.

quinta-feira, 17 de abril de 2008

tempos abruptos...

uma pedra é uma pedra. uma flor é uma flor e os pássaros voam porque têm asas.

hoje sou só o que fui e fecha-se-me a cortina da santidade das coisas

se há além ou aqui é mais, hoje não sei nem quero saber

não quero metafísica pre.sentir ou pensar

nem metáforas para falar do amor que foi ou da paixão que ardeu.

trago os ossos gastos em dor e as pernas são ferros.

não se morre da doença e a cura estraga.

______________________________________e também



nunca percebi porque razão a flor da laranjeira além de ser das abelhas é a flor das noivas virgens.


será porque as pétalas duram tão pouco tempo presas ao cálice?

brancas e bem cheirosas há tantas e mais bonitas... o jasmim as rosas... porque não?

________ ________

15 comentários:

alice disse...

era o sonho da minha mãe, querida mié. ver-me desfilar altar acima de véu e raminho de laranjeira :)

a fotografia é uma delícia. é bom vir aqui beber do seu mel, mié. um grande beijinho para si. fique bem!

Mar Arável disse...

Lindo texto

Mas em Abril

todos os jardins me cheiram

cravos vermelhos

mfc disse...

Há tradições que me exasperam!(Senão a maioria delas!)

M. disse...

A Antiguidade inventou muita coisa. A flor de laranjeira como branco puro.. não esqueças que a maioria das flores não existiam em estado natural e foram introduzidas artificialmente pela manipulação genética há relativamente pouco tempo na escala do tempo.

A flor das noivas virgens.. deixa-a ser porque da fama já não se livra. longe de fazer perguntas apreciamo-la. é linda sobretudo antes de abrir os estames.. (provocadora)

beijo

Maria disse...

querida mie

.... "das noivas virgens"?.....
todas as noivas levam flores de laranjeira...
Por mim prefiro cravos, cheira a cravos por todo o lado.......

Um beijo.
sempre.

hora tardia disse...

bom dia flor de jasmim com salgueiro...pode ser?



(não tenho net...estou de fugida...num café...) mas tinha de vir aqui beijar-te com pétalas e aromas brancos.


texto que me deixa tão mas tão de bem com a vida.


be i j o --te.

Ana Paula disse...

Às vezes o tempo consome-se todo no viver e não há lugar a mais nada. Ser sem pensar... ambição nossa e do Alberto Caeiro! :)

A fotografia é magnífica! És uma excelente fotógrafa!

Quanto às tradições... não as defendo necessariamente, mas gosto de lhes averiguar a origem.
Estamos sempre a tempo de criar outras tradições para misturar na vida e subjugar as mais antigas.

Esta tradição que referes é uma boa dica para pesquisar, mesmo que seja absurda... faz-me "espécie" o "porque é que" se instalou! :)

Beijinhos grandes no teu espaço de esplêndida luminosidade!

hora tardia disse...

passo a correr mas inundada da tua claridade.




à porta deixo um beijo. por cada pétala.


bom sábado.

isabel victor disse...

o jasmim as rosas... porque não?


porque sim ! :))


a beleza mora aqui


obrigada, MIE ...

JG disse...

Porque não e apenas a luz intensíssima do enamoramento?
Que pode ser apenas um voo ou uma pétala que cai e se perde.

Beijo

isabel mendes ferreira disse...

o jasmim o jasmim o jamim o jasmim
___________________.




claro.

:)


beijo.te.

isabel mendes ferreira disse...

o jasmim o jasmim o jamim o jasmim
___________________.




claro.

:)


beijo.te.

O Profeta disse...

Total é a loucura do querer
Breve é chama da doce paixão
Total e insubmissa é a verdade
Que emana do teu terno coração

Sigo os passos da tua procura
Queda-se teu corpo nu em melodia incompleta
És instante da bondade dos Deuses
O canto de uma ribeira que o sol desperta


Uma mágica semana


Doce beijo

fernanda s.m. disse...

O jasmim ( officinallis ), o que cheira bem, é, como a maioria das flores brancas, de um aroma e beleza embriagador... Rosas, gradénias, e até a mais clara das flores brancas -a da lúcia-lima - são mágicas. Mas a flor da laranjeira e do limoeiro também são tão belas: a sua foto o docmenta na sua beleza, e cheiram tão bem, a primavera, a lavado, a promessa.
Era a flor das noivas, creio, porque Maio era o mês por excelência para os casamentos- primavera,boa temperatura, promessa de fecundidade, etc... e as laranjeiras estavam em flor... e eram brancas, símbolo de pureza ou/e de vida. quanto a serem virgens. naquela época de tradições e bem parecer, quem confessava que não casava virgem ?!?!..Lá se va a pureza e magia da tradição !
Um abraço.

fernanda s.m. disse...

Já com muito sono.. aí ficaram muitas gralhas...
desculpem..

ARQUIVO


View My Stats
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!