.

quarta-feira, 9 de abril de 2008

das coisas simples



Para quem vive no quotidiano das cidades e dos bairros de betão, estará farto da chuva do vento e do cinzento destes dias, quase que um prolongamento do inverno. Lá se foram buscar os agasalhos, as botas e os impermeáveis, quando já se pensava que estavam arrumados até lá mais para o fim do ano...



Mas em tudo existe o reverso da medalha


____________________e


por aqui que ainda é campo, esta chuva é abençoada. A terra pedia água para começar a fazer germinar os primeiros rebentos do ano.

Realmente não se pode agradar a gregos e a troianos, nem a mãe natureza!

11 comentários:

Ana Paula disse...

Assim, vale a pena chover! :):)

Adoro flores campestres!

Bjs

alice disse...

que maravilha descobrir a primavera em roads ;) beijinhos, mié

hfm disse...

Como eu gosto dos campos de papoilas!

mfc disse...

E que precisa que ela é...!

M. disse...

E viva o campo. Mais a água que o rega. Desde que o pranto do céu não seja demasiado longo tudo é abençoado.

Beijo

Maria disse...

Abençoada chuva que vai fecundar a terra e fazer com que a Natureza se cumpra, mais uma vez....
Porque é que as flores simples são tão bonitas????

Beijo, Mié

alice disse...

sabe, mié. as papoilas fazem o ópio dos meus sentidos ;) beijinho.

isabel mendes ferreira disse...

desenho-te imaginariamente um ramo de flores silvestres.


e lanço-O aqui.


espero que o recebas...

ternamente.

butterfly disse...

E a terra renova-se e eu renovo-me com ela.
Beijito

JG disse...

E quão pura é a precisão da natureza que sempre se renova!

Beijo

hora tardia disse...

já disse como gosto? daqui? de ti? de si?
:)


.


volto a dizer:



MMMMMMMUUUUUUUUUUUIIIIIIIIIIITO!!!!!

ARQUIVO


View My Stats
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!